sexta-feira, 11 de maio de 2007

**Mais emoções, mais daqueles momentos**

Ultimamente os meus dias têm sido muito longos e a uma velocidade alucinante.
A preparação do carro para o cortejo, aulas, trabalhos e mais trabalhos, horas de dedicação, cansaço...

Este frenesim todo anteciapava a semana mais aguardada por todos nós: a Queima das Fitas.

Monumental Serenata, Cordoaria - 00h01, Domingo, 6 de Maio de 2007

Uma multidão de negro.
O 1º traçar da capa.
O orgulho em ter uma Madrinha assim=)
Aquele momento que só TU Madrinha nos podias proporcionar: a entrega da semente. Espero saber honrá-la, por TI=)
As lágrimas de saudade ao som de fado académico.
O olhar sobre a minha cidade que guarda cada momento deste meu ano de caloira.
Aquelas pessoas.
Impossível de exprimir!

Imposição de Insígnias, Escola Superior de Enfermagem do Porto - Pólo S. João - 14h, Domingo, 6 de Maio de 2007

O marco de mais uma etapa alcançada.
A imposição da nossa primeira insignia: a nabiça.
A imposição das nossas madrinhas e padrinhos (os mais recentes grelados).
Os nossos fitados.
Os nossos finalistas cartolados.
Dia lindo=)
E o "peso" do traje já se começa a fazer notar;)

Dia da Beneficiência, Porto - 14h, Segunda-feira, 7 de Maio de 2007

O peditório na baixa do Porto.
A confraternização com outras faculdades.
A dificuldade de explicar às pessoas o nosso papel naquele dia.
A 1h30 ao sol que eu e a Carina passamos para comprar bilhetes para a Queima.
Mais um dia que só terminou ao final da tard.

Cortejo, Porto - Terça-feira, 8 de Maio de 2007

Os nosso kits à S. João.
Os nossos berros.
As nossas músicas.
O pónei. LOL (Morte ao pónei, o pónei vai morrer!)
As nossas bandeiras (que por sinal um caloiro do ESTSP queria roubar mas habilitou-se a andar à PORRADA aqui com a je!LOL).
A nossa t-shirt gigante LINDÍSSIMA.
O nosso carro com os doutores do 3º ano a comandarem-nos.
As belas das danças ao som de Tony Carreira.
A tão aguardada chegada aos Aliados.
Os nosso últimos 200 metros como caloiros Enfermagem S. João.
As lágrimas difíceis de conter por saber que foi um ano em cheio e que a saudade já estava bem presente por sabermos que nunca mais iríamos viver aquele momento como caloiros, como Enfermagem S. João.
A passagem na tribuna, a nossa música, mais lágrimas, mais emoções, mais abraços...

E depois a famosa Queima.
A nossa barraquinha a rular (mais de 30 minutos para a encontrar!lol).
As mocas.
O sentido de orientação fenomenal da Lili quando está "alegre".
Os engenheiros.
As bolachas que espalhei pela rua sem querer.
O chegar a casa às 9h da manhã.

"Foram mil aventuras, dias tão cheios..."

Orgulho em viver, sentir e ser SEMPRE ENFERMAGEM S. JOÃO!

3 comentários:

Ana Ferreira disse...

É verdade que ando cansada, morta, ressacada...também é verdade que a cada dia que passa novas recordacoes e emocoes sao guardadas. Estes ultimos dias tem sem duvida sido "DIAS TAO CHEIOS"

Mil aventuras...a serenata, todo aquele ambiente, a choradeira, o primeiro traçar da capa, a imposicao, o amarelo e branco sempre presente.
O dia da beneficiencia e a negas que levamos do pessoal mas a diversao que foi, o escaldao da fila dos bilhetes...
mas o cortejo foi para mim o mais marcante.
Tudo o que passei...tudo o que sofri só para poder estar aqui...não lembra uma das nossas musicas?
Foi muito emocionante...foi carregado de alegria e sentimento...as nossas danças ao som da pimbalhada o cansaço..tudo aquilo que passamos...os ultimos metros...

mas para mim vai ficar para sempre gravado o momento em que cantams a nossa musica linda e aquela frase: Bem vindos pastranos de ENFERMAGEM S.JOAO.

Obrigada por todos estes momentos =)

Foram mesmo MIL AVENTURAS, DIAS TAO CHEIOS....mas foram oceanos de AMOR =)
***************

bju pa ti minha febrona gostosaaa

adoro teeeee


*da minime!

monge_galileu disse...

perfeirto perfeito...foi quando os finalistas da ESTSP gritaram:

"e salta enfermagem olé"

voçes saltaram todos...inclusive os que tavam em cima do carro

e nos colmatamos


" e quem saltou...no cu levou""

LOL

ESTSP RULES

Panamá disse...

"O pónei. LOL (Morte ao pónei, o pónei vai morrer!)"
Acho que o que está entre parentêses foi da minha "cega" autoria na noite do cortejo, na traseira da barraca!!! Foi o hit do momento, por meros 2 minutos.